......................................................... POR UMA CPI NA MÍDIA
A CAIXA-PRETA DAS CAIXAS-PRETAS

 



Editor: Gustavo Barreto - gustavo@fazendomedia.com


27.07.2006
MAIS UM JORNALISTA AMEAÇADO NA COLÔMBIA

Por Gustavo Barreto - gustavo@fazendomedia.com

O editor do semanário regional Portada, na cidade de Bucaramanga, Marcos Perales Mendoza, está recebendo ameaças de morte desde maio do ano passado no departamento de Santander, depois de criticar publicamente um prefeito local. O alerta é do Comitê para a Proteção dos Jornalistas (CPJ), organização independente que defende a liberdade de imprensa em todo o mundo.

A CPJ fez um apelo às autoridades e informou que Perales recebeu um colete antibalas e um rádio de comunicação da polícia do Ministério do Interior. No entanto, Perales afirmou que as autoridades não investigaram quem está por trás das ameaças de morte, após publicar uma série de artigos sobre corrupção governamental nos quais criticava o prefeito de Barrancabermeja, Edgar Cote Gravino.

Perales informou ainda que a última ameaça chegou por meio de uma mensagem eletrônica no dia 22 de julho. A mensagem dizia que o prefeito seria reeleito e que Perales não estaria vivo para ver. O jornalista afirmou que tem a intenção de abandonar a região nos próximos dias. Segundo ele, as primeiras ameaças que recebeu o aconselhavam a deixar de escrever sobre o prefeito. O prefeito não se pronunciou publicamente sobre as ameaças contra Perales. Funcionários da Prefeitura de Barrancabermeja disseram ao CPJ que o prefeito não faria nenhuma declaração.

Histórico de violência contra jornalistas
Dois jornalistas locais se viram forçados a sair da região em janeiro deste ano, após terem noticiado sobre atividades de grupos paramilitares. Jenny Manrique, coordenadora de um suplemento para o diário de Bucaramanga Vanguardia Liberal, teve que partir depois de receber ameaças por seus relatos sobre abusos cometidos por forças paramilitares.

Diro César González, diretor do semanário La Tarde de Santander, abandonou a cidade petroleira de Barrancabermeja, 120 km a oeste de Bucaramanga, após informar sobre a detenção de um combatente paramilitar envolvido em uma investigação de assassinato.

Os informes de ataques contra jornalistas na América Latina ao longo do ano de 2006 estão disponíveis para o público em www.cpj.org/regions_06/americas_06/americas_06.html


Clique aqui para assinar nosso jornal impresso


Este site é melhor visualizado na resolução de 800 x 600 pixels.
© 2004 Fazendo Media - por Kzal Design