......................................................... POR UMA CPI NA MÍDIA
A CAIXA-PRETA DAS CAIXAS-PRETAS

 



Editor: Leon Corrêa - correa@fazendomedia.com


15.06.2006
MAIS UM GARFO NA COPA

Por Marcelo Salles - salles@fazendomedia.com

Quando era garoto, ninguém precisava marcar falta durante o racha. Geralmente a gente tinha o bom senso de reconhecer a infração e parar o jogo. O próprio garoto que cometia a falta parava e entregava a bola ao adversário. Uns anos mais tarde, na adolescência/juventude, era preciso que o jogador que recebesse a falta parasse o jogo. Já no profissional, onde existem outros interesses além do mero prazer de jogar, é preciso que haja um juiz. Um juiz, que nem sempre enxerga tudo o que acontece. Ou enxerga, mas é orientado e se fingir de cego.

Depois do erro gritante do juiz brasileiro Carlos Eugênio Simon a favor da Itália e contra a seleção de Gana, foi a vez do juiz que apitou Inglaterra x Trinidad e Tobago. A seleção inglesa vinha melhor, mas não conseguia o gol. Ou jogava para fora, ou esbarrava no bom goleiro Hislop. Até que aos 37' do segundo tempo o grandalhão Crouch, de 1,98m, recebeu um cruzamento de Beckhan, puxou descaradamente o cabelo de Sancho e, assim, subiu sozinho para cabecear. O segundo gol veio depois que a partida já estava definida (o mesmo aconteceu com a Itália).

Aí vem o "especialista de arbitragem" da Globo e diz: "Se o jogador de Trinidad e Tobago não reclamou, então não houve nada". Houve, sim. Diante do replay, indiscutível, o "especialista" tentou se corrigir: "Houve falta. Mas que juiz no mundo conseguiria ver a infração?". Permito-me responder: qualquer um que não fosse cego ou orientado para não enxergar certas coisas.

O que acaba de acontecer no estádio de Nuremberg é uma vergonha. Deplorável vergonha. Roubaram na mão grande a esforçada seleção de Trinidad e Tobago, do mesmo modo que roubaram o time de Gana. E ninguém faz nada. Seguem com a Copa fingindo que está tudo bem.

Após os jogos desta quinta-feira, 15/6, estão classificados para as oitavas de final: Equador e Alemanha no grupo A e Inglaterra no grupo B. Sendo que no grupo A, nosso vizinho sul-americano jogará pelo empate contra a dona da casa para garantir o primeiro lugar na chave. Amanhã jogam Argentina x Sérvia e Montenegro, Holanda x Costa do Marfim e México x Angola. Se vencerem, Argentina, Holanda e México garantem a classificação.


Clique aqui para assinar nosso jornal impresso


Este site é melhor visualizado na resolução de 800 x 600 pixels.
© 2004 Fazendo Media - por Kzal Design